O Combate Espiritual

“Pois o nosso combate não é contra o sangue e a carne, mas contra as forças espirituais espalhadas nos ares. ” (Ef 6,12)


Estamos inseridos frequentemente em uma realidade de combate espiritual e mesmo que muitos ainda não tenham se dado conta disso, ela é presente e gera influência em nossas vidas, nossas escolhas e decisões.


Como sabemos, se há uma batalha, há então dois lados que vivem em tensão e conflito e, por isso, se digladiam entre si, cada qual procurando seus interesses. Tendo assim no combate espiritual o lado de Deus e o de seu opositor, o anjo decaído (Lúcifer, agora chamado de satanás), esses dois exércitos operam influência sobre nós. Diante disso, se faz necessário nos posicionarmos decidindo com qual dos exércitos ficaremos.


De que lado você está?


Das trevas? De satanás, que age no mundo gerando guerras? Da cultura de morte? Das Ideologias contrárias a lei natural à qual tem sua origem em Deus? Do ateísmo, negando um ser superior que ama e ordena todas as coisas para seu amor infinito? Do lado do hedonismo? Do secularismo? Do Mundanismo? Da cultura do provisório e do descartável? Da violência? Do individualismo?


Ou você está do lado da Luz?


Jesus diz: “Eu sou a Luz do mundo, quem me segue não andará nas trevas”;


Tenho procurado direcionar a minha breve existência para o Absoluto e transcendental que é Deus, cumprindo assim com sua vontade na minha vida e no mundo? Estou do lado do Amor, da fé, da concórdia ou das virtudes? Tenho vivido e ensinado a moral cristã? Tenho alimentado minha vida espiritual por meio da oração e dos sacramentos?


Tenho anunciado com voz profética em meio a este mundo pós-moderno que se esqueceu de Deus e O expulsou de seu convívio transformando o mundo em um caos, da mesma maneira como era a terra ao ser criada haja visto que Deus não habita em meio ao caos, tenho dado testemunho de que Deus existe e vive e reina PARA SEMPRE com a minha vida? Tenho me recordado das realidades eternas que a cada dia se tornam mais próximas devido à finitude da nossa vida sobre a face da terra?


Segundo Tertuliano, todo cristão é inserido no exército de Cristo pelo batismo e pela crisma que é a confirmação do batismo. Agora, livre e consciente, nós cristãos, recebemos o dom do alto de forma efusiva para ir à luta e vencer o inimigo do gênero humano, satanás e seus anjos, que procuram nos perder porque compreendem que a humanidade criada por Deus à sua imagem e semelhança, e a qual foi redimida por Cristo, é objeto de seu amor.


Assim, como o demônio não pode ferir a Deus procura destruir a humanidade tirando-a da presença d’Ele a fim de impedir que os homens alcancem seu fim último e, ao mesmo tempo, tão desejado por Deus que é a união definitiva com a divindade.


Para vencermos o combate espiritual são necessárias armas espirituais pois as realidades invisíveis somente são vencidas com armas invisíveis.


“Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio." (Ef 6,11);

A primeira atitude de um soldado de Cristo é ter consciência da existência do combate espiritual. Em seguida, ele deve se colocar em ordem constante de batalha revestindo-se da armadura de Deus e, a partir de então, lutar contra estas “forças espirituais espalhadas nos ares”.


“Tu, ó homem de Deus, foge dos vícios e procura com todo empenho a piedade, a fé, a caridade, a paciência, a mansidão. Combate o bom combate da fé. Conquista a vida eterna, para a qual foste chamado e fizeste aquela nobre profissão de fé perante muitas testemunhas.” I Tim. 6, 11- 12.


Ouçamos as trombetas da Milícia Celeste, nos coloquemos em marcha como filhos de Deus, defendamos o estandarte da cruz e, com Cristo, vençamos o inimigo.


Frei Marcelino da Milícia Celeste, pjc

Noviciado São Damião, Corbélia/PR

381 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube

Copyright © 2019 Fraternidade O Caminho | Design e Desenvolvimento Creative Brands