Sou religiosa e sou feliz!



“Tu a quem tomei desde os confins da terra, a quem chamei desde os seus recantos

longínquos e te disse: ‘ Tu és o meu servo, eu te escolhi, não te rejeitei’” Is 41,9


Vocação! Essa é uma palavra temida por muitos, pois àqueles que foram chamados é exigido uma certa determinação a deixar tudo para, livremente, corresponder ao chamado, e isso não é fácil, pois dói! Sair da nossa zona de conforto dói, sentir que está perdendo a vida dói, mas o Deus que nos chama, Ele mesmo nos diz: ”...o que perder sua vida por causa de mim e do Evangelho, a salvará” Mc 8,35. Deus chama o homem a uma vida sublime, totalmente entregue a Ele e isso é belo, mas é preciso ter coragem! Não podemos ficar parados lamentando o que custa e nunca olhar para o realmente vale!


Desde muito cedo, senti o desejo por ser toda de Deus, mas foi preciso viver muitas coisas adversas para poder valorizar o grande tesouro que o Senhor me confiou: minha vocação! Confesso que quando me descobri chamada por Ele, pensei não ser digna de tão Belo Dom. Depois me invadiu um medo tão grande de abrir mão de tudo que até então havia conquistado, deixar para traz planos, família, amigos, namorado... Não foi tão fácil como pensava ser. Mas uma vontade de arriscar me impulsionava a sair das margens que estava acostumada a ficar! Deus me chamava a ir além e precisava corresponder! Hoje sei que essa vontade era Ele. Certeza não tinha do que estava fazendo, a única coisa que sabia é que se não arriscasse nunca iria descobrir que aquela inquietação era realmente o que Deus queria de mim, por isso precisava descobrir o quanto antes.


O que naquele tempo era turvo, hoje vivo como certeza: ELE ME CHAMOU!!! E não há alegria maior que essa. Dentre tantos, Ele escolheu a mim, mesmo sendo como sou. Por isso, não posso parar aonde já cheguei, é preciso sempre responder “SIM”, mesmo que o que Ele pede exija muito mais que esforço. Minha resposta não é uma retribuição e sim um ato de GRATIDÃO, pois a escolha é d’Ele, a mim cabe o dever de me decidir a escolher sempre crescer, com tudo o que me acontece e assim ser melhor para Ele a cada dia. Já que “Amor só se paga com Amor” (Santa Teresinha) preciso amar cada vez mais, pois sou muito mais que amada. Por isso, continuo a oferecer a Ele tudo o que Ele mesmo me deu, a começar por minha vida. Sou muito mais feliz assim.


A Vida Religiosa não é privação, ela não nos arranca a liberdade, como muitos pensam, mas pelo contrário, ela nos dá meios para sermos livres e corresponder dignamente ao belo chamado que o Pai das Misericórdias nos fez. Ela nos configura ao Cristo. Ela nos apresenta Ele como Modelo.

Hoje, vivo a alegria de ter feito a escolha certa! Sou muito mais que feliz por ser religiosa. E ser religiosa desta linda Fraternidade, nela encontrei meu lugar. Nada mais me falta, tenho tudo, tenho Deus, e isso basta! De fato, digo como a Sulamita do cântico dos Cânticos: “... encontrei o amado de minha alma, agarrei-o e não o soltarei. ” 3,4


Portanto, se sentires que falta algo para que sejas completo, não tenha medo de entrar em seu interior e perguntar àquele que te criou, o que Ele tem para você. Não se contente com tão pouco, quando Deus te reserva os tesouros incontáveis do Paraíso.

A eternidade nos espera!!!


Ir. Mariângela do Menino Jesus, pjc

Fraternita Santa Verônica Giuliani - Vila Velha/ES

646 visualizações
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube

Copyright © 2019 Fraternidade O Caminho | Design e Desenvolvimento Creative Brands